SENADO APROVARÁ PREVIDÊNCIA EM 45 DIAS

Após ser submetida por uma nova aprovação no plenário da Câmara dos Deputados, o que deve acontecer ainda nesta semana, a reforma da Previdência irá para a análise no Senado, em agosto, depois do recesso parlamentar.

Diferentemente da Câmara, onde a Proposta de Emenda Constitucional foi analisada e debatida em duas comissões, antes de ir à plenário, na segunda casa o pacote será analisado apenas na Comissão de Constituição e Justiça, antes de ser votada por todos os senadores, também em dois turnos.

Segundo informações da Rádio Senado, na matéria de Hérica Christian, o presidente da segunda casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP) estipula um prazo de até 45 dias para os senadores votarem a reforma da Previdência.

A razão, é porque, segundo o parlamentar, a discussão já estaria bem amadurecida entre os senadores.

No Senado, o relator da Proposta de Emenda à Constituição já foi escolhido, é Tasso Jereissati (PSDB-CE).

Ele adiantou que mudanças na versão recebida da Câmara dos Deputados serão inseridas em uma proposta paralela, entre elas a inclusão de Estados e Municípios na reforma, para atingir também os servidores dessas regiões.

Dessa forma, Jereissati pretende garantir o andamento do trâmite da PEC da reforma na Casa, iniciando pela votação do que é consenso entre os senadores, e deixando para uma “PEC paralela” os pontos controversos.

“Existe uma tendência de inclusão de Estados e Municípios. Estamos trabalhando com a hipótese de fazer uma espécie de PEC paralela, para que não atrase a aprovação do coração do projeto, e incluir Estados e Municípios para que a reforma fique realmente completa”.

FONTE:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *