Com Bolsonaro, Educação de Jovens e Adultos tem menor investimento da década

Mais uma para a conta de Weintraub e seu patrão

(Crédito: Marcos Corrêa/PR)

O Ministério da Educação, sob o comando de Abraham Weintraub e as ordens de Jair Bolsonaro, fez em 2019 o investimento mais baixo da década com a eEucação de Jovens e Adultos (EJA), segundo dados do Sistema Integrado de Operações (Siop) revelados pelo Globo deste domingo 29/XII.

O MEC só gastou R$ 16,6 milhões na área neste ano, o que corresponde a 22% do previsto (R$ 74 milhões). Em 2012, sob o governo Dilma, o montante chegou a R$ 1,6 bilhões (em valores corrigidos), ou seja, 115 vezes maior do que neste ano.

Para 2020, mais uma má notícia: a previsão no Projeto de Lei do Orçamento Anual do Governo Federal é de R$ 25 milhões investidores na área. De acordo com o IBGE, o Brasil tem 11,3 milhões de pessoas analfabetas com mais de 15 anos, pelos dados de 2018.

Ao Globo, Rita de Cassia Pacheco, professora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e especialista em Educação de Jovens e Adultos, disse: “alunos da EJA são os primeiros a serem excluídos do mercado de trabalho. Ou seja, o governo não está investindo na população mais precária do país”.

FONTE:

https://www.conversaafiada.com.br/brasil/com-bolsonaro-educacao-de-jovens-e-adultos-tem-menor-investimento-da-decada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *