BRASIL UNIDO CONTRA O FASCISMO

Atos contra cortes de Bolsonaro na educação e contra a reforma alcançam 204 cidades.

De norte a sul, manifestações se realizaram unindo estudantes e trabalhadores, contra os ataques do governo à educação e em defesa das aposentadorias.

Os cortes no Ministério da Educação e o contingenciamento no orçamento das universidades e institutos federais já ultrapassam R$ 6 bilhões.

Do asfalto para o ambiente virtual, ao longo de quase todo o dia, a hashtag #Tsunami13Agosto manteve-se em primeiro lugar no Twitter, no Brasil.

São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Brasília, Palmas realizaram manifestações que se espalharam por 204 cidades do país, mobilizando cerca de 1 milhão de pessoas, segundo balanço da União Nacional do Estudantes.

Também esteve na mira dos manifestantes o programa Future-se, lançado pelo governo e que pretende ampliar a participação de recursos da iniciativa privada nas instituições públicas de ensino superior.

Estudantes, professores, servidores públicos e movimentos sociais também realizaram atos pelo interior do estado do Ceará, em cidades como Cascavel, Crateús, Iguatu, Juazeiro do Norte, Morada Nova, Russas, Sobral, entre outras.

Ainda no Nordeste, uma multidão também tomou as ruas de João Pessoa, Salvador, Recife e Aracaju.

Manifestações de estudantes e trabalhadores também ocorreram na região Norte, em cidades como Manaus, Belém e Marabá (PA).

IMAGEM:

REPRODUÇÃO/PT-RJ

FONTE:

https://une.org.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *